Cotizaciones proporcionadas por Investing.com España.
Cliente 2

25-05-2018: No mercado da soja em Chicago, preços reagem com a confirmação de novas compras da China nos EUA para a safra nova. Confira a entrevista com Ginaldo de Sousa - Diretor da Labhoro Corretora.


24-05-2018: Entrevista com Ênio Fernandes - Consultor em Agronegócio sobre o Fechamento do mercado da soja.

Fuente: Noticias Agrícolas-Brasil


23-05-2018: Nesta quarta-feira (23), a soja teve uma sessão positiva na Bolsa de Chicago (CBOT), com ganhos de oito a nove pontos nos principais vencimentos e se aproximando da marca dos US$10,40/bushel. Mário Mariano, analista de mercado da Novo Rumo Corretora, avalia que o teor positivo das conversas entre chineses e norte-americanos abriram espaço para que o mercado iniciasse a semana nessa tendência positiva.

Fuente: Noticias Agrícolas-Brasil


22-05-2018: Chicago tem potencial para bater os US$12,00, caso demanda volte aos EUA e enxugue estoques e clima comprometa safra americana. Demanda da China deve esfriar no curto prazo com margens negativas no esmagamento e redução de produção de frangos e suínos. Confira a entrevista com Marcos Araújo - Analista da Agrinvest

Fuente: Noticias Agrícolas-Brasil


21-05-2018: Soja em Chicago sobe forte com acordo EUA-China, volta das chuvas às regiões produtoras do meio oeste americano e dólar em queda. Confira a entrevista com Fernando Pimentel - Agrosecurity Consultoria.

Fuente: Noticias Agrícolas-Brasil


18-05-2018: Recuo dos chineses em taxar sorgo americano anima Chicago, mas alta é limitada pelas boas vendas da soja na América do Sul.

Fuente: Noticias Agrícolas-Brasil


02-05-2018: Com clima favorável ao plantio e demanda fraca à espera de resultados da reunião em Pequim, soja realiza lucros em Chicago. Para consultor, movimento de queda da soja em Chicago é limitado pela indefinição sobre o tamanho da oferta (novas safras nos EUA e no Brasil) em relação à demanda crescente. Entrevista com Jorge Gracioli - Consultor em  Gerenciamento de Riscos na INTL FCStone.

Fuente: Noticias Agrícolas-Brasil


27-04-2018: Soja tem alta especulativa em Chicago com rumores de aumento nas exportações de farelo americano após quebra na Argentina. No melhor momento do mercado em Chicago o farelo de soja subiu 4% e atingiu o maior valor desde o início de março , quando as cotações foram as maiores do ano. Confira entrevista com Adriano Gomes - Analista da AgRural.

Fuente: Noticias Agrícolas-Brasil


25-04-2018: Ao longo da sessão, o mercado da soja chegou a anotar preços expressivos na Bolsa de Chicago (CBOT). Contudo, o dia de hoje (25) terminou com ganhos positivos de apenas quatro a cinco pontos nos principais vencimentos. Ginaldo de Sousa, diretor da Labhoro Corretora, destacou que o clima norte-americano aponta para a normalidade neste momento e que o plantio deve ser forte em relação às últimas semanas.

Fuente: Noticias Agrícolas-Brasil


23-04-2018: Melhora das condições climáticas para o plantio nos EUA, disparada do dólar e vendas brasileiras pressionaram soja em Chicago.

Fuente: Noticias Agrícolas-Brasil


06-04-2018: A semana para o mercado da soja na Bolsa de Chicago (CBOT) foi bastante volátil.A grande preocupação do mercado no horizonte deverá ser o início do plantio dos Estados Unidos e a necessidade de que a produção norte-americana venha grande.

Fuente: Noticias Agrícolas-Brasil


05-04-2018: Maior estoque da dívida americana entre outros países está com os chineses e essa é uma das vantagens neste quadro de disputa. Movimentação mais intensa poderia provocar sério desequilíbrio na economia americana. Na Bolsa de Dalian, preços da soja seguem em alta. Confira entrevista com Eduardo Lima Porto - Diretor da LucrodoAgro

Fuente: Noticias Agrícolas-Brasil


04-02-3018: China x EUA aumenta demanda por todo complexo de soja do BR e fortalecer ainda mais os preços. Indústria brasileira deverá se favorecer com maiores demandas por farelo e óleo e cotações sentirão a manutenção de prêmios ainda muito fortes. Média para a época, nos últimos cinco anos, variava de 27 a 35 cents de dólar sobre Chicago, e hoje prêmios passam de US$ 1,20 nos portos brasileiros.

Fuente: Noticias Agrícolas-Brasil


03-04-2018: Nesta terça-feira (03), o mercado da soja começou o dia com fortes altas na Bolsa de Chicago (CBOT), mas encerrou, embora do lado positivo, de maneira mais tímida. Como destaca Ana Luiza Lodi, analista de mercado da INTL FCStone, o mercado de grãos, em geral, teve forte influência da alta do trigo de inverno nos Estados Unidos, já que a condição da safra norte-americana é pior do que o esperado. Contudo, fatores como a retaliação chinesa aos Estados Unidos, embora ainda não exista nada específico para a soja, limitam essas altas

Fuente: Noticias Agrícolas-Brasil


02-04-2018: Nesta segunda-feira (2), a soja começou o dia subindo mais de 10 pontos na Bolsa de Chicago (CBOT), mas fechou mais mais de sete pontos de queda nas principais posições. De acordo com Camilo Motter, analista de mercado da Granoeste Corretora de Cereais, o mercado reflete as informações da guerra comercial entre os Estados Unidos e a China, já que os asiáticos taxaram mais de 100 produtos dos norte-americanos, não descartando a possibilidade de taxar a soja em um futuro próximo.

Fuente: Noticias Agrícolas-Brasil


21-03-2018: Estoques elevados nos EUA e intenção de aumento de área de soja são negativos para os preços, mas mercado climático durante a safra americana pode virar o jogo.

Fuente: Noticias Agrícolas-Brasil


20-03-2018: Nesta terça-feira (20), o mercado da soja fechou a sessão na Bolsa de Chicago (CBOT) com leves altas, de pouco mais de cinco pontos nos principais vencimentos, após as cotações experimentarem uma queda no dia anterior. Steve Cachia, diretor da Cerealpar e consultor do Kordin Grain Terminal, em Malta, destaca que "hoje foi um dia muito parado", trazendo uma tentativa de recuperação em função de um sentimento de que a queda do último pregão teria sido exagerada.

Fuente: Noticias Agrícolas-Brasil


16-03-2018: Após o susto do meio da semana, soja volta a subir em Chicago com sustentação da quebra na Argentina e demanda forte pelo grão. Confira a entrevista com Carlos Cogo - Analista da Consultoria Agroeconômica.

Fuente: Noticias Agrícolas-Brasil


15-03-2018: Nesta quinta-feira (15), as negociações pela soja na Bolsa de Chicago (CBOT) tiveram um dia de recuperação de parte das perdas ocorridas no dia de ontem. Para Flávio França Jr., consultor de agronegócios da França Jr. Consultoria, o movimento de altas e baixas mostra "sinais muito claros de que o mercado está indeciso e não tem direção definida". Em termos de fundamentos, França Jr. destaca que o mercado possui força devido à contabilização das perdas na Argentina, faltando apenas definir o tamanho da perda, que é avaliada entre 40 a 47 milhões de toneladas, número bem abaixo da safra de 57 milhões de toneladas no ano passado.

Fuente: Noticias Agrícolas-Brasil


14-03-2018: Politica protecionista de Trump provoca volatilidade no mercado e abre espaço para uma nova configuração econômica mundial

Fuente: Noticias Agrícolas-Brasil


13-03-2018: Nesta terça-feira (13), o mercado da soja encerrou de forma positiva na Bolsa de Chicago (CBOT), recuperando parte das perdas dos dois últimos pregões. Glauco Monte, diretor de commodities da INTL FCStone, aponta que, apesar do último relatório do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), as preocupações com o tamanho da safra na América do Sul continuam atuando sobre as cotações.

Fuente: Noticias Agrícolas-Brasil


12-03-2018: Segundo informações da Reuters, há possibilidade de as autoridades chinesas aplicarem medidas de retaliação sobre a soja norte-americana após o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, aumentar a tributação sobre o aço e o alumínio.

Como aponta Ginaldo de Sousa, diretor da Labhoro Corretora, essa situação pode ser boa para o Brasil a médio e a longo prazo, mas a curto prazo não é bom, já que uma retaliação derrubaria a Bolsa de Chicago. Sousa também acredita que os chineses são comedidos e que isso não ocorreria do dia para a noite - mas que, caso haja uma decisão a ser tomada, a soja deve ser a protagonista.

Fuente: Noticias Agrícolas-Brasil


09-03-2018: Nesta sexta-feira (09), o mercado da soja teve uma baixa importante na Bolsa de Chicago (CBOT), com quedas de 25 a 27 pontos nos principais vencimentos. Mário Mariano, analista de mercado da Novo Rumo Corretora, destaca que a forte realização de lucros é reflexo de uma previsão de maior umidade na Argentina nos próximos dias e também do aumento dos estoques dos Estados Unidos pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).

Fuente: Noticias Agrícolas-Brasil


07-03-2018: Números da Argentina ainda causam certa incerteza sobre real tamanho da quebra no país e mercado precisa de mais informações daqui em diante. Como novidade, boas vendas semanais nos EUA e, no Brasil, prêmios de até 90 cents acima dos preços da CBOT. Negócios, porém, ainda ganhando ritmo. Confira a entrevista com Rita de Baco - Analista de mercado De Baco Corretora de Mercadorias.

Fuente: Noticias Agrícolas-Brasil


06-03-2018: Nesta terça-feira (6), as cotações do mercado da soja na Bolsa de Chicago (CBOT) tiveram uma queda de dois a três pontos nos principais vencimentos, após uma série de fechamentos em alta. Eduardo Vanin, analista de mercado da Agrinvest, destaca que a posição comprada dos fundos é recorde e que a atenção passa do farelo para a soja, já que a exportação do produto em grão pode atender à demanda para o esmagamento. O mercado também se mantém atento ao relatório de Oferta e Demanda do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), que será divulgado na quinta

Fuente: Noticias Agrícolas-Brasil


05-03-2018: Nesta segunda-feira (05), o mercado da soja teve mais um dia de alta na Bolsa de Chicago (CBOT), com as cotações nos principais vencimentos ficando cada vez mais próximas dos US$11/bushel. Para Camilo Motter, analista de mercado da Granoeste Corretora de Cereais, é plausível que o mercado atinja esse novo patamar, já que a seca na Argentina tem a capacidade de pressionar um pouco mais - mas estes só devem deslanchar com uma redução nos estoques norte-americanos.

Fuente: Noticias Agrícolas-Brasil


02-03-2018: Soja: Continuidade da seca na Argentina pode trazer quebra ainda maior e manutenção das altas em Chicago. Mercado internacional fez suas máximas em US$ 10,82 no contrato maio e movimento positivo deve ser sustentado também pelo movimento dos fundos. Agora comprados, deverão defender suas posições até começarem a especular clima para nova safra americana.

Fuente: Noticias Agrícolas-Brasil


01-Mar-2018: Mercado da soja em Chicago pode seguir em alta por atuação dos fundos; perdas na Argentina já estariam precificadas. Analista diz que momento seria de aproveitar os preços em Chicago e não esperar uma reviravolta para tornar a vender. Confira a entrevista com Steve Cachia, diretor da Cerealpar.

Fuente: Noticias Agrícolas-Brasil




Noticias Agrícolas - Precios en Brasil

Cliente 3

El Clima por Departamentos

(Click en el mapa )